Promotor do MPSP retoma investigação sobre tríplex OAS BANCOOP do Guarujá

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ir em baixo

Promotor do MPSP retoma investigação sobre tríplex OAS BANCOOP do Guarujá

Mensagem  forum vitimas Bancoop em Qui Fev 25 2016, 21:48

[size=30]Promotor retoma investigação sobre tríplex do Guarujá[/size]

Cleide Carvalho - O Globo
Tamanho do textoA A A


SÃO PAULO. O Ministério Público de São Paulo retomou as investigações sobre a transferências de prédios da cooperativa dos bancários para a empreiteira OAS, que inclui a suspeita de que o ex-presidente Lula e sua mulher, dona Marisa, tenham ocultado a posse de um tríplex no edifício Solaris, no Guarujá. Nesta quinta-feira, o promotor Cássio Conserino pediu autorização para ouvir o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto no dia 2 de março, na sede do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Curitiba.
Vaccari está preso no Complexo Médico Penal, na Região Metropolitana de Curitiba, e já foi condenado na Operação Lava-Jato a 15 anos e 4 meses de prisão. Em despacho, o juiz Sérgio Moro autorizou o deslocamento, lembrando que os advogados de Vaccari já informaram que ele permanecerá em silêncio. Moro disse que cabe a ele apenas autorizar que a Polícia Federal faça o transporte até o local e a escolta.
Vaccari presidiu a cooperativa Bancoop, que se tornou insolvente e não conseguiu entregar cerca de três mil imóveis. Para que as obras fossem terminadas, os prédios em construção foram transferidos para a OAS, mas os compradores tiveram de pagar preços mais altos determinados pela construtora.

O Ministério Público de São Paulo não informou se já intimou o ex-presidente a depor. Os depoimentos de Lula e sua mulher, Marisa Letícia, estavam marcados para o último dia 17 e foi suspenso por decisão liminar do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).
Na última terça-feira, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) autorizou a retomada das investigações e manteve à frente do caso o promotor Cássio Conserino, que havia informado ter elementos para denunciar Lula, a quem atribui a posse do imóvel.
O edifício Solaris também é alvo de investigação da Operação Lava-Jato. O Ministério Pùblico Federal suspeita que a empreiteira usou imóveis do prédio para pagar propinas de contratos fechados com estatais.
Os advogados de Lula negam que ele tenha sido dono do imóvel e afirmam que o ex-presidente e sua família desistiram, em novembro de 2015, de exercer uma opção de compra do apartamento, mantida desde que adquiriu uma cota da cooperativa dos bancários, a Bancoop, em 2005.
A maioria dos compradores de imóveis da Bancoop tiveram prazo de apenas 30 dias para decidir se assinavam ou não contrato com a OAS.



Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/promotor-retoma-investigacao-sobre-triplex-do-guaruja-18752646.html#ixzz41ELweqEw

forum vitimas Bancoop
Admin

Mensagens : 6847
Data de inscrição : 25/08/2008

http://bancoop.forumotion.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum