Trabalhando com o MPSP e nao com a Bancoop

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trabalhando com o MPSP e nao com a Bancoop

Mensagem  forum vitimas Bancoop em Sex Nov 04 2011, 14:02

MPSP – AÇÃO DE INTERVENÇÃO

Varias associações estão levando e encaminhando dados a promotora que
ira entrar com ação de intervenção com vistas a dissolução da Bancoop
e desconsideração da personalidade jurídica da entidade, ( após solicitação
aprovada no Conselho Superior) para seus (TODOS) dirigentes responderem
com seu patrimônio os prejuízos causados.


INDICAMOS PARA LEITURA O DOCUMENTO FEITO PELA
DRA. DORA BUSSAB EM 1997 -
Quando a Bancoop tinha 1 ano.


Acesse e leia para podermos discutir em nossa reunião de
associações que apóiam o MPSP.

A Leitura deste artigo feito em 1997 é importante:

Acesse, e não deixe de ler calmamente!

http://pt.scribd.com/doc/51068680/dora-fachada-1997

---------------------------

Destaque para :

VEJA A PREOCUPAÇÃO JA EM 1997, referindo-se a COOPERATIVAS DE FACHADA


reproduzindo uma parte:

Creio que nesta ação civil pública ora em cogitação, será necessário
formular-se, ainda, além dos já citados, pedido para que se declare
a inexistência de verdadeira Cooperativa e, consequentemente, de
relação jurídica de cooperativismo entre a “Cooperativa”e os “cooperados”
de forma a se afastar com segurança a possibilidade de se considerar
os consumidores como donos da “Cooperativa” e, pois, por ela também
responsáveis.


É de se salientar, ainda, a conveniência de se requerer, já na inicial,
a desconsideração da personalidade jurídica da entidade que se arroga
a qualidade de “Cooperativa”, para se poder atingir os bens de eventual
administrador ou fiscal dela que a estejam usando para fins ilícitos ,
com infração da Lei das Incorporações Imobiliárias (art.28, “Caput”, do
Código de Defesa do consumidor

==============================


A SEGURANÇA COM O PEDIDO DE INTERVENCAO E DESCONSIDERACAO
QUE SERA FEITO HOJE - EM 2011

CUIDADO COM DISCURSO DA BANCOOP, CONTRA MEDIDA
DO MPSP

RACIOCINE SOBRE O ARTIGO DO MPSP DE 1997

Este artigo de 1997, quando imaginávamos ser a BANCOOP uma
cooperativa de verdade, (estávamos engatinhando) nos mostra que
integrantes do MPSP já se deparavam com as COOPERATIVAS
DE FACHADA , este artigo já nos mostra a PREOCUPACAO em não
gerar prejuízos para vitimas das cooperativas de FACHADA, os promotores
e procuradores de justiça do MPSP não farão nada que
possa PREJUDICAR AS VITIMAS DA BANCOOP HOJE, não se assuste
com informações inverídicas que as vitimas terão que pagar por débitos
da falsa cooperativa da qual fomos vitimados, as pessoas que
estão no MPSP, são estudadas e gabaritadas.

Pense:

se hoje o judiciário CONDENA AS COBRANCAS DA BANCOOP,
AMANHA VAI JOGAR NO NOSSO COLO DIVIDAS DAS QUAIS NÃO TEMOS
CIENCIA ALGUMA, QUE JUIZ FARIA ISSO ?

Cuidado, este é o discurso da Bancoop para diminuir a importância
da decisão do Conselho Superior do MPSP.

Lembramos que o judiciário em todas as esferas decretou relação
de consumo entre cooperado vitima e Bancoop, aplicando-se o código
de defesa do consumidor, e não a relação de PURO ou VERDADEIRO
cooperativismo.

Lembramos que o expert do MPSP Dr Marco Antonio Zanellato
já disse em 2007 que a bancoop era cooperativa de fachada,
Promotor Criminal do Caso, Dr. Jose C. Blat, disse a todo pais
e fez denuncia apontando que a Bancoop é cooperativa de Fachada,
reecentemente o expert do Conselho Superior do MPSP,
Dr. Edgard Moreira da Silva foi na mesma linha e disse, ter a Bancoop
a aparência falsa de cooperativa (teoria da APARENCIA)


Veja o DOC completo:

http://bancoop.forumotion.com/t3300-voto-do-mpsp-vencedor-por-dissolucao-diario-oficial?highlight=voto


Este parecer foi acompanhando por outros 09 procuradores de justiça,
portanto fiquemos tranqüilos, NÃO HÁ O MENOR MOTIVO DE PREOCUPAÇÃO
COM AS MEDIDAS FAVORAVEIS DO MPSP.


Todos integrantes do MPSP, inclusive o Promotor João Lopes Guimarães,
atribuem os problemas da má gestão da entidade a quem dirigiu.

Hoje tanto a CPI BANCOOP como os integranters do conselho pedem a
desconsideração da personalidade jurídica da Bancoop, para responsabilizar
JUSTAMENTE QUEM causou os prejuízos, qual seria nossa preocupação?

O MPSP esta de OLHO bem aberto, e foi importantíssima a aproximação
das associações autoras do pedido, junto a integrantes da entidade
(MPSP) pois eles passaram a ter dados de suma importância em mãos.

Aguardamos para MUITO BREVE a petição feita pela promotoria do
consumidor, e informaremos a todos quando ocorrer, deve ser nos próximos
10 ou 15 dias.

As Associações e grupos de vários empreendimentos estão junto
com o MPSP, ajudando no que podem, são:

Anália, Cachoeira, Palmas, Vila Inglesa, Saint Felipe, Mooca, Pirituba e grupos do Mandaqui, Horto, Praia Grande, Ubatuba, e outros...

=====================

DISPONIBILIZADO FOLDERS ORIGINAIS DDE SECIONAIS BANCOOP

Serão levados ao MPSP

VEJA:

http://bancoop.forumotion.com/f189-folders-originais-de-venda


================

força maxima com o MPSP.




forum

forum vitimas Bancoop
Admin

Mensagens : 6802
Data de inscrição : 25/08/2008

http://bancoop.forumotion.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum